Lançar Luz à Indiferença

Este ensaio nasce do desafio proposto e inspirado no título da Bienal de Veneza em 2011: Iluminações (Illuminazzione), e tem como enfoque fazer um paralelo com as imagens chocantes usualmente veiculadas atrás das embalagens dos maços de cigarros pelo Ministério da Saúde.

Embora a intenção inicial do governo possa ter sido benéfica, a presença constante dessas imagens no nosso cotidiano gera uma banalidade que compromete a sua eficácia em termos de reflexão sobre os prejuízos do fumo, e irônicamente elas passam despercebidas.

E é justamente sobre questões sociais que também têm passado despercebidas por nós (governo e sociedade) que o ensaio procura agora lançar alguma luz.

A idealização dos temas abordados, as fotos internas e externas (dos maços), a pós-produção e pesquisa dos dados estatísticos são de minha autoria.