Cavalos

Por hoje
me dê um mote
manso,
um cavalo semântico
com que apenas passeie pela paisagem
a trote.
(Marcantonio Costa)


A história da relação deste belo animal com os seres humanos é tão antiga que talvez date dos primeiros instantes da existência de ambos sobre a terra.

A sensação, ao tocá-lo ainda nas baias do Sítio Cavalandia (Atibaia/SP), onde foi realizado este ensaio, foi um misto de fascínio e respeito.

Com autorização de "seu" Claudio, o proprietário, pude procurar nas imagens o que as palavras são insuficientes para dizer. Eles brincaram soltos fazendo o chão e a precária cerca onde eu me equilibrava pendurada por uma das pernas, tremerem ante seu galope poderoso.

Porte e dignidade. Um olhar de expressividade inteligente.

Quem explica a etimologia de palavras como "equidade", ou "equanimidade"?

Eles evocam estados emocionais que vão desde a ternura até a epifania da liberdade total.
São poemas em estado natural.

Mercedes Lorenzo 13/05/2012